Tudo o Que Você Sempre Quis Saber Sobre a História da Chanel

Qual mulher não ama usar um look todo Coco Chanel? As roupas, sapatos, perfumes e bolsas de luxo chamam atenção por onde passam. Mas, já parou para pensar como tudo começou?

Se você também é fã dessa grife poderosa, precisa conhecer toda a trajetória de sucesso dela. Já podemos adiantar que a história é repleta de fatos surpreendentes! Curiosa para saber todos os detalhes? Descubra tudo a seguir!

Gabrielle Bonheur Chanel – A criadora de uma das marcas mais luxuosas do mundo

Para contar a história de uma das maiores grifes, precisamos comentar os destaques da vida da criadora, a fina e elegante Sra. Chanel. Resolvemos dividir todos os fatos em uma espécie de linha do tempo. Veja!

Gabrielle Chanel ainda jovem.

Nascimento e infância, os primeiros desafios

Saumur (interior da França), 19 de agosto de 1883, nascia Gabrielle Bonheur Chanel. A menina era filha de Jeanne Devolle, 19 anos, (lavadeira e costureira) e de Albert Chanel, 27 anos, (vendedor de roupas e vinhos). Os primeiros anos de vida foram cercados de pobreza, estigmas e desafios. Para começar, os pais de Gabrielle não eram oficialmente casados, um fato que causava estranheza em uma sociedade, até então, cheia de moral e bons costumes.

Mas, realmente, era só o começo de uma trajetória desafiadora. Quando completou 12 anos, Gabrielle ficou órfã de mãe. A senhora Devolle morreu vítima de asma. Com a ausência da figura materna, o pai, que trabalhava vendendo artigos por várias cidades, resolveu colocar as três filhas (Gabrielle, Julie e Antoinette) em um orfanato de Aubazine, localizado na comuna francesa.

A vida no orfanato

Durante anos, Gabrielle e as irmãs esperaram o pai cumprir o que havia prometido quando as deixou no orfanato: voltar e tirá-las de lá. Mas o fato é que isso nunca se concretizou. O jeito, então, foi aceitarem a rotina cheia de regras dadas pelas freiras do orfanato.

Dizem que as irmãs tinham um jeito frio e distante de todas as jovens do abrigo. Mas, apesar disso, Gabrielle reconhecia um ponto positivo na criação dura. Ela dizia que uma criança revoltada acaba se tornando um adulto mais forte e resistente.

Os caminhos distantes do orfanato e os primeiros empregos

Seis anos após a sua chegada, ou seja, aos 18 anos, Gabrielle foi mandada para um pensionato. Já aos 20 anos, começou a trabalhar. Surpreendentemente, sua primeira forma de ganhar dinheiro era como cantora de um café.

A jovem amava interpretar as músicas “Ko-ko-ki-ko” e “Qui qu’a vu Coco”. Foi por causa dessa segunda canção que Gabrielle ganhou o famoso apelido de Coco. Além disso, ela também trabalhou como costureira, época em que desenvolveu e aprimorou um pouco dos seus insights de moda.

O início da ascensão social de Coco

Apesar da vida profissional, seja como cantora ou costureira entrar nos trilhos, nada disso ainda era suficiente para Coco. A jovem sonhava com muito mais sucesso. Finalmente, a sorte começou a aparecer.

Foi no próprio café, local de trabalho, que Gabrielle conheceu Etienne Balsan, um militar, filho de pessoas importantes do ramo têxtil. A paixão entre os jovens foi arrasadora, tanto que ele logo convidou Coco para dividir o mesmo teto em (pasmem!) um luxuoso castelo.

Coco, cheia de estilo e elegância.

Coco era uma mulher à frente de seu tempo

Era comum a incrível dama ser alvo de comentários e julgamentos da sociedade francesa. É que, naquela época, os costumes eram totalmente recatados e, até mesmo, machistas. Ao contrário disso, Coco era uma mulher ousada, sedutora e com ideias à frente de seu tempo.

Um grande exemplo disso é que, apesar de viver com o militar Balsan, eles nunca oficializaram a união. Um fato que parecia absurdo para uma cultura tão fechada e séria. O segundo fato era ainda mais polêmico. Coco tinha alguns amantes, entre eles, o jovem jogador de pólo, Arthur Capel, mais conhecido como Boy Capel. Aliás, dizem que ele foi o grande amor da vida de Coco.

O primeiro empreendimento no mundo da moda

Tenha sido ou não um amor marcante, o fato é que Capel ajudou a construir os primeiros empreendimentos de Coco. O jogador de pólo emprestou dinheiro para que ela, então, conseguisse abrir sua primeira loja de chapéus em Paris, em 1909. O estilo minimal dos acessórios logo chamou atenção da finíssima sociedade parisiense. A partir disso, Gabrielle deslanchou.

Quatro anos depois, abriu mais duas boutiques, uma em Paris mesmo e a outra em Deauville. A essa altura, ela já se dedicava totalmente à vida de estilista. Já em 1920, ela adquiriu um ponto comercial na badalada Rua Cambon, número 21 que, anos depois, mudou para o número 31. Um ano depois, ou seja, em 1921, Coco lançou o famoso e desejado perfume Chanel Nº. 5. Uma curiosidade: o cinco era o número de sorte da estilista.

Uma nova era para as mulheres francesas

As criações de Coco transformaram a moda feminina. Isso porque a estilista adorava um estilo mais básico, minimalista, muito diferente de roupas e joias extravagantes da época.

Mas o fato é que as ideais da jovem de origem humilde se espalharam Paris afora. As mulheres começaram a substituir corpetes por peças retas e leves. Vestidos cheios de babados por modelos tipo tubinho preto, etc.

Outro ponto muito curioso da moda de Coco é que ela adora misturar tendências de roupas femininas com masculinas. Mas isso também acabava gerando mais julgamentos por uma parte da sociedade. Só que com tanto sucesso já, Coco se importava menos ainda com os comentários.

As consequências da Segunda Guerra Mundial

A Segunda Guerra Mundial trouxe grandes mudanças para muitas pessoas, inclusive, para Coco. Após anos vivendo um grande sucesso, ela precisou fechar as portas de seus empreendimentos, em 1939, durante a batalha mundial. O lugar escolhido como refúgio foi a Suíça. Aliás, algumas biografias contam que Coco foi apontada como cúmplice de muitos alemães durante a Segunda Guerra Mundial. Um fato, sem dúvidas, cheio de polêmicas.


Anos mais tarde, já em 1950, a grande guerra já tinha terminado. Só que, no mundo da moda, as tendências extravagantes voltaram com tudo, como, por exemplo, os artigos da Dior. Foi aí que, surpreendentemente, Coco se reergueu e voltou a fazer sucesso com seu estilo minimalista.

Clientela chique e famosa

Assim como nós, muitas mulheres também foram grandes fãs da Coco Chanel. Entre elas, a atriz Marilyn Monroe que, uma vez, disse não dormir sem passar o icônico Chanel Nº 5. E a ex-primeira dama dos Estados Unidos, Jacqueline Kennedy que amava usar os clássicos vestidos básicos desenhados por Coco.

O então presidente John Kennedy e a primeira dama Jacqueline Kennedy. Ela usava um vestido Chanel. A foto é do trágico dia em que o político foi morto a tiros.
A inesquecível atriz Marilyn Monroe que adorava o perfume Chanel Nº. 5.
O clássico perfume Chanel Nº. 5.

Os últimos anos de Coco Chanel

Longe do glamour e do holofote, Coco morreu sozinha em um quarto de hotel, em 10 de janeiro de 1971. Ela tinha 88 anos e, segundo algumas biografias, ela disse a uma das camareiras que o fim da vida de uma mulher até pode ser solitário, mas jamais sem luxo.

A mulher forte e elegante nunca apareceu mal vestida. Pelo contrário, ela estava sempre linda, fina, deslumbrante. Esse foi um dos grandes ensinamentos de Coco Chanel.

Como todas nós sabemos, hoje, a grife é conhecida e desejada pelos quatro cantos do mundo. Suas bolsas, roupas, calçados, acessórios e cosméticos são muito mais do que produtos. Tudo, na verdade, significa um grande investimento para quem ama a moda!

As bolsas Coco Chanel

Para fechar esse post com chave de ouro e, claro, relembrar a genialidade de Coco Chanel, trouxemos algumas bolsas divas da marca. Dá só uma olhada:

Parece perfume, não é? Mas, na verdade, é a Clutch Bottle. Uma bolsa de luxo Chanel.

A flapzinha metálica é peça-chave para qualquer look. Arrase de dia ou de noite!
Que tal essa bolsa Chanel azul? Uma verdadeira diva para todos os momentos!
Outra bolsa Chanel chique, linda e versátil para todas as mulheres!

Gostou de saber tudo sobre a Coco Chanel? Aproveita e dá uma passadinha pelo site Peguei Bode. Por lá, você pode encontrar vários artigos da Chanel com preços irresistíveis!


Ah, e continue aqui pelo nosso blog… Você não perde por esperar, toda semana, temos grandes novidades, dicas e curiosidades!