A História da Balenciaga – Uma Verdadeira Arte

Se tem uma coisa que a gente ama é conhecer e contar as histórias das grifes. Sabe por quê? As trajetórias têm sempre fatos curiosos que nos deixam ainda mais apaixonadas por cada detalhe. É assim também com a Balenciaga. A grife nasceu da criatividade e, principalmente, da ousadia de um costureiro espanhol. Quer saber mais?


Neste artigo, você vai descobrir todos os fatos icônicos de uma das melhores marcas de moda do mundo. Além disso, vamos mostrar as bolsas Balenciaga tão desejadas!  Aproveite!

Quem foi o fundador da Balenciaga?

A grife Balenciaga foi criada pelo costureiro Cristóbal Balenciaga Eizaguirre. Ele nasceu em 21 de janeiro de 1895, na cidade chamada de Getaria, localizada na Espanha. Apesar de hoje, a trajetória do fundador ser relacionada à elegância e ao luxo, tudo começou de forma simples. Isso porque Cristóbal era filho de um pescador e de uma costureira, ou seja, o estilo de vida da família era comum, bem longe do universo chique.

O famoso estilista Balenciaga, dono de um talento imensurável.

Os primeiros passos como costureiro

Na época da juventude, Balenciaga viveu o que se tornaria a grande virada de sua história. A marquesa de Casa Torrés o apadrinhou, esse contato fez com que o ele finalmente conhecesse o universo da alta costura. Ainda na mesma época, o costureiro criou seu primeiro look, um vestido. O fato mais surpreendente disso tudo é que Balenciaga tinha apenas 12 anos. Incrível, não é mesmo?

Quando a paixão pela costura virou profissão

Já em 1918, o espanhol se formou como alfaiate. De quebra, ele ainda abriu seu primeiro negócio, um ateliê na cidade de San Sebastian, também localizada na Espanha. O primeiro empreendimento logo se tornou um sucesso, tanto que vieram mais duas inaugurações de ateliês, um em Barcelona e o outro em Madri. Os primeiros clientes de Balenciaga eram pessoas da aristocracia e da Família Real. Puro luxo!

As mudanças causadas pela Guerra Civil

Apesar dos negócios irem de vento em popa, um grande desafio apareceu no caminho do costureiro espanhol: a Guerra Civil Espanhola nos anos de 1936. Com a alta da violência e de tantos outros problemas em todo o país, o jeito foi Balenciaga fechar seus ateliês e buscar abrigo em Londres. Do Reino Unido, ele decidiu se mudar para a França. Talvez, naquela época, o espanhol ainda nem imaginava que o seu maior sucesso nasceria na Cidade Luz.

A França como palco do sucesso de Balenciaga

Na período em que Balenciaga viveu na França, 1937, o país vivia uma forte tendência do nacionalismo. O costureiro, então, — com uma ótima visão para os negócios — resolveu usar essa onda na criação de seus looks. O resultado foi um enorme sucesso entre pessoas da alta sociedade francesa e, também, entre muitas celebridades. Todos desejavam as roupas com recortes e modelagens impecáveis. No mesmo ano, o costureiro abriu sua loja na Avenida V, número 10. O comércio se chamava “A Casa Balenciaga”.

A personalidade forte e icônica de Balenciaga

O costureiro de origem simples era conhecido por ter uma personalidade forte. Ele tinha um modo de viver bastante reservado, era meio avesso às entrevistas para a imprensa. Mas isso não atrapalhava em nada o talento e a verdadeira arte da costura. 

Aliás, Balenciaga tinha uma frase famosa, relembrada até os dias de hoje. Ele dizia que “Um costureiro deve ser um arquiteto do design, um escultor na forma, um pintor na cor, um músico na harmonia, um filósofo na medida”.

Foi com tanto cuidado e amor pelo o que fazia que ele se tornou, também, referência para outros estilistas. A luxuosa Coco Chanel e o elegante Christian Dior foram algumas das personalidades a reconhecerem e a admirarem Balenciaga, embora fossem concorrentes.

Como era o estilo Balenciaga?

O estilista explorava suas origens espanholas para criar artigos de luxo. Isso explica a prevalência da cor vermelha (usada por toureiros) em todas as suas criações. Além disso, Balenciaga se inspirava nas famosas e admiráveis danças flamencas. Muitos pintores também o influenciaram, por exemplo, Diego Velázquez e Francisco Zurbarán.

As principais características do estilo Balenciaga eram as linhas perfeitas, os recortes quadrados, a cintura justa, os quadris com tendências arredondadas. Fora isso, os tecidos de altíssima qualidade e beleza também se destacavam. Falando de modo geral, Balenciaga buscava sempre ousar, ou seja, trazer aspectos mais modernos para a moda.

As coleções criativas e de extremo sucesso

Na onda de criações modernas e únicas, viram as primeiras coleções de vestidos pretos com ombros largos e caimento estreitos, jaquetas que hoje chamamos de oversized e boleros bordados. Tudo isso se deu entre os anos de 1939 a 1946. Nesse mesmo período, ele lançou seu primeiro perfume, o Le Dix. Em 1951, o estilo de ombros largos e cintura sem tanto destaque passou a ser uma forte tendência no mundo da moda feminina.

Mais uma vez, Balenciaga chamava atenção por causa da sua inteligência de negócios

Quando falamos da história da grife Balenciaga, não podemos deixar de contar um fato curioso. A partir de 1956, o estilista e fundador da marca resolveu lançar suas coleções só depois dos grandes desfiles. A intenção era ganhar destaque único, sem ter que dividir a capa de revistas com outras grifes. Além disso, só a Vogue passou a poder fotografar os desfiles de Balenciaga. Ah, e ele ainda precisava aprovar as fotografias. Realmente, jogadas de mestre!

O lançamento de vestidos de sucesso

Em 1957, Balenciaga lançou os icônicos vestidos-camisa, vestidos-saco e vestidos-baby doll. Os dois primeiros tinham a modelagem bem larga, uma tendência moderna para todas as mulheres.

Já o terceiro era caracterizado por pregas e babados que davam um grande volume, principalmente, para a parte da saia. Era levemente parecido com o que conhecemos, atualmente, por vestido balonê. Outras criações de sucesso foram o paletó curtinho e a saia de cintura alta, duas tendências que amamos até hoje, não é?

Vestido volumoso, criação do estilista Balenciaga.

A queda e o renascimento da Balenciaga

Após tanto sucesso, infelizmente, a partir de 1960, a grife já não se destacava como antes. O motivo da queda foram as transformações que ocorriam no vida das mulheres e da sociedade como um todo. 

Anos mais tarde, em 1972, o renomado Balenciaga decidiu se aposentar. Em 24 de março do mesmo ano, o costureiro faleceu. Com a morte de seu inventor, a grife ficou ainda mais no esquecimento. 

A virada só veio no fim dos anos de 1990, quando o Nicolas Ghesquière, estilista francês foi contratado para repaginar a marca. O esforço deu certo e a Balenciaga voltou aos holofotes da moda chique e luxuosa.

As bolsas Balenciaga

Dentre tantos artigos lindos, modernos e de altíssimo luxo da Balenciaga, as bolsas femininas se destacam! Afinal, o estilo moderno e as cores versáteis são dão um toque especial para qualquer look. Foi pensando em tudo isso que separamos quatro bolsas Balenciaga incríveis. Você vai amar! Veja!

Bolsa Balenciaga Bege com Ferragens Bronze

Você não dispensa uma bolsa de luxo bege? Essa diva, então, é a sua escolha certa! A cor suave combina com tudo, seja para o trabalho ou para momentos bem especiais. Sem contar que o espaço interno é amplo para você poder levar tudo o que quiser com conforto, estilo e elegância!

Bolsa de Luxo Balenciaga Bege para qualquer momento.

Bolsa Balenciaga Preta com Alça Longa

A bolsa preta é outra peça-chave para qualquer closet. Esse modelo com alças longas pode ser usado nos ombros ou transversalmente. Assim como a bolsa anterior, esta também tem material de couro e metal dourado. Aposte nesse acessório de grife lindo para muitas ocasiões!

Para quem preza pelo estilo básico, essa bolsa de luxo Balenciaga preta é a melhor escolha.

Bolsa Balenciaga Lindinha

Agora, se você não dispensa estampa, esta bolsa Balenciaga vai te conquistar! Isso porque ela tem um estampado floral em cores claras, o que contrasta com os detalhes em tom terroso. Sem dúvidas, é o acessório perfeito para você ir trabalhar, passear, viajar, etc!

Estampada, delicada e romântica, essa bolsa de luxo Balenciaga é simplesmente indispensável!

Clutch Balenciaga

Uma bolsa mini também não poderia faltar aqui! A Clutch Balenciaga Preta é ideal tanto para o dia quanto para a noite. Ela foi feita com tamanho exato para você levar somente o necessário de jeito prático, moderno e elegante. Aproveite para criar looks com jeans, vestidos lisos ou estampados, sandálias e sapatos e muito mais. Afinal, essa clutchzinha diva fica ótima com tudo!

A gente não disse que a história da Balenciaga é cheia de fatos curiosos e surpreendentes? Gostou de conhecer? No site Peguei Bode, você encontra bolsas femininas e outros artigos de luxo dessa marca apaixonante! Tudo com preços imperdíveis. Não perca tempo e aproveite a melhor oportunidade para dar aquele up no seu closet!
Para mais dicas de moda, continue aqui pelo blog Peguei Bode!


Para mais dicas de moda, continue aqui pelo blog Peguei Bode!